fbpx
l

Ut wisi enim ad minim veniam, quis laore nostrud exerci tation ulm hedi corper turet suscipit lobortis nisl ut

Recent Posts

    Sorry, no posts matched your criteria.

Image Alt

Cirurgia de catarata com implante de lente intraocular

Cirurgia de catarata com implante de lente intraocular

O tratamento da catarata é essencialmente cirúrgico e consiste na remoção do cristalino nebuloso.

Antigamente, era necessário esperar a catarata ficar “madura”, ou seja, avançada para a realização da cirurgia. Porém com o avanço da tecnologia, o uso de modernas técnicas e aparelhos precisos, tornou a cirurgia muito mais rápida, fácil e segura na remoção do cristalino. Inclusive a recomendação consensual é que o procedimento seja realizado nas fases iniciais.

 

Como é feita a cirurgia?
A Facectomia com implante de lente intraocular por facoemulsificação, popularmente conhecida como a cirurgia de catarata, consiste na remoção do cristalino por micro fragmentação e aspiração do núcleo, num processo chamado facoemulsificação, onde após a retirada completa da catarata, é implantada uma nova lente no lugar do cristalino opacificado.

Essa moderna técnica de facoemulsificação, permite que todo o cristalino seja aspirado através de uma microincisão de aproximadamente 2 milímetros, aumentando a segurança do procedimento e possibilita uma recuperação da visão quase imediata, sem a necessidade de pontos. Além disso, o tempo de recuperação é menor quando a cirurgia é realizada nos estágios iniciais.

 

Cuidados na escolha da lente a ser implantada
É muito importante que seja implantada uma lente de qualidade para que, além de segurança, o paciente tenha uma ótima visão, dessa forma fique atenção ao tipo de lente intraocular que será utilizada na cirurgia de catarata.

Existem atualmente diversos tipos de lentes intraoculares, os modelos mais antigos são feitos de material rígido, exigindo uma abertura do globo ocular maior para ser implantada. Como consequência, a recuperação visual será mais lenta e haverá maior indução de astigmatismo.

Os modelos mais novos de lente intraocular são fabricados com material dobrável e maleável, permitindo que a lente seja dobrada e inserida no globo ocular através de uma incisão milimétrica, resultando em  uma visão de alta definição. Para o cálculo da lente a ser implantada em cada pessoa, é utilizado um aparelho chamado biômetro, que definirá o grau da lente mais apropriado para cada pessoa.

Na Clínica de Oftalmologia Dr. Roberto Pereira Lima, o procedimento é feito somente com os modelos mais modernos de lentes intraoculares, de qualidade “premium”, tornando a cirurgia mais segura possível, permitindo a recuperação visual praticamente imediata. Além de contar com moderníssimos modelos de biômetros (IOL Master) permitindo um cálculo bastante preciso da lente a ser implantada.

Nossos médicos saberão indicar o tipo e o modelo de lente apropriada para cada paciente, considerando as características de cada olho, averiguadas no pré-operatório. A lente implantada no olho tem duração permanente, não necessitando ser substituída com o tempo.

 

Tipos de Lentes
Lentes esféricas x Lentes asféricas
As lentes monofocais asféricas propiciam visão para longe e após a cirurgia o paciente necessita do uso de óculos somente para perto.

Quase toda córnea tem aberrações. Uma pessoa jovem tem o cristalino com um formato que compensa estas aberrações corneanas, com isso, a visão dos jovens é muito boa. Porém, com a idade, o cristalino vai se modificando e não consegue mais corrigir tais aberrações, piorando a visão e a sensibilidade ao contraste.

Com o advento das lentes asféricas, restauramos a condição óptica dos olhos quando são jovens, e a visão é muito melhor quando comparada com as lentes intraoculares esféricas. Estudos recentes comprovam que as lentes asféricas proporcionam melhor sensibilidade ao contraste, além de melhor visão e, consequentemente, melhor qualidade de vida.

 

Lentes multifocais
As lentes multifocais propiciam visão para longe e para perto, 90% dos casos o paciente não necessitará do uso de óculos ou ficará menos dependente deles corrigindo, além da miopia e hipermetropia, também a presbiopia (vista cansada). Essas lentes possuem pequenos círculos concêntricos que, através do fenômeno de apodização, são capazes de gerar múltiplos focos.

 

Lentes tóricas
São capazes de corrigir também o astigmatismo, caso o paciente apresente também esse problema. As lentes intraoculares tóricas são também dobráveis e inseridas por microincisões. Essas lentes ficam posicionadas num meridiano pré-determinado para a compensação do astigmatismo.

 

Quais são as etapas da cirurgia de catarata?
Para a moderna cirurgia de catarata, não é necessário que o paciente permaneça internado, podendo ter alta minutos após a cirurgia, uma vez que a cirurgia dura em média 20 minutos.

A anestesia é feita somente a base de colírios e os pacientes ficam completamente confortáveis durante todo o procedimento e não são necessários pontos e a recuperação da visão é quase imediata.

Os pacientes podem sair da cirurgia caminhando, já enxergando e podem retomar suas atividades profissionais em poucos dias. Toda a medicação pós-operatória é à base de colírios. Uma vez realizada a cirurgia, o paciente fica definitivamente livre da catarata, proporcionando uma melhor qualidade de vida aos nossos pacientes.